»
Juliana Lopes, 16 anos, Rio de Janeiro
Do you remember what's love?
© theme by raccoltadipensieri


19/04 · 6 hours ago · 311,397 notes · Reblog
originally electricitycity · via onlymyexpressions


Basta uma dose de você para me embriagar de esperança.
Bianca Vieira.  (via enoitecer)

(Source: autografia)



19/04 · 6 hours ago · 6,530 notes · Reblog
originally autografia · via paz-e-algo-mais




19/04 · 6 hours ago · 206,392 notes · Reblog
originally robsonic · via papo-calcinha


(Source: NOMEAR)



19/04 · 6 hours ago · 16,546 notes · Reblog
originally nomear · via paz-e-algo-mais


Haverá momentos na vida, que, de uma hora para outra, seu jardim seca, e suas flores morrem.
Fernanda Gomes.
(via inverbos)


19/04 · 6 hours ago · 65,158 notes · Reblog
originally inverbos · via papo-calcinha


Talvez seja você. A vida vai dizer. De qualquer forma: Obrigado por me fazer dormir sorrindo.
Clarissa Corrêa.  (via distanciarei)

(Source: opostos)



19/04 · 6 hours ago · 9,392 notes · Reblog
originally opostos · via paz-e-algo-mais


E ninguém sabe se isso vai durar uma noite, ou uma vida inteira. Consumimos amor demais sem saber quanto tem no estoque. Nos tornamos dependentes de uma droga que anda e fala. Abstinência de alguém é o pior vicio.
Sean Wilhelm. (via incorpora)

(Source: seanwilhelm)



19/04 · 6 hours ago · 9,798 notes · Reblog
originally kwothe · via refugi4r


Não existem segundas chances, porque nada volta a ser como era antes. Depois que algo é quebrado sempre vão existir marcas que vão provar que algo esteve errado. Não existem segundas chances quando um coração é magoado. Não existem outras oportunidades para algo que se deixou passar.
Caio Fernando Abreu.  (via inverbos)

(Source: c-a-n-a-r-i-o)



19/04 · 6 hours ago · 42,718 notes · Reblog
originally c-a-n-a-r-i-o · via papo-calcinha




19/04 · 6 hours ago · 21,372 notes · Reblog
originally lilbittipsy-deactivated20140129 · via papo-calcinha


(Source: futuro-namorado)



19/04 · 6 hours ago · 107 notes · Reblog
originally futuro-namorado · via papo-calcinha